Índice
Página Anterior   - Energia
Próxima Página    - Colisão Elástica
Capítulo Anterior - TRABALHO E ENERGIA
Próximo Capítulo  -

8. COLISÕES

8.1 Introdução

    O estudo de colisões envolve o conhecimento da conservação da quantidade de movimento (momento linear) e da energia. Considera-se que os corpos em colisões formam um sistema fechado sem a interferência de forças externas. Para entendermos os seus detalhes se faz necessário a definição de algumas grandezas físicas vetoriais como veremos a seguir.

  1. Impulso

    Uma partícula é submetida a ação de uma força F constante em um intervalo de tempo t, assim, o impulso é definido como

    (8.1)

  2. Quantidade de movimento

    Uma partícula de massa m desloca-se com velocidade v, define-se a quantidade de movimento como

    (8.2)

   Da 2ª Lei de Newton (5.1) para um corpo de massa m sofrendo a ação de uma força F constante num intervalo de tempo t e usando a equação de velocidade do MRUV (3.2)

(8.3)

   Observando-se as equações (8.1) e (8.2) tem-se

(8.4)

Sendo então o impulso igual a variação da quantidade de movimento.

    Para o caso em que a resultante das forças externas é nula, o impulso é zero e escreve-se

(8.5)


© 2001 Todos os direitos reservados
José Nazareno dos Santos (Bolsista do PROLICEN)
Prof. Dr. Romero Tavares da Silva (Orientador)

Entre em contato conosco
jns@fisica.ufpb.br
emc@ead.ufpb.br
romero@fisica.ufpb.br
romerots@terra.com.br

Topo da Página